PLANO DE VOO: É BOM PARA A AVIAÇÃO, E É EXCELENTE PARA VOCÊ – PARTE UM

Se ele tem intenção de decolar , antes de sequer dar partida em sua aeronave o piloto já preencheu seu plano de voo. Este documento fundamentalmente discrimina a rota e altitude que a aeronave deverá seguir para atingir seu aeroporto de destino (ou um alternativo), bem como o tempo estimado de permanência da mesma no ar.

Sua confecção se destina a diversas finalidades, dentre as quais:

1- Manifestar as intenções do piloto para que os órgãos ATC (Air Traffic Control – Controle de Tráfego Aéreo) possam se organizar em termos de separação da sua aeronave com relação as demais  ;

2- Manter um registro da estimativa de hora e local de pouso da mesma, acionando o alerta em caso de não conformidade com o planejado e

3-Descrever as características de identificação da aeronave e a quantidade de pessoas a bordo a fim de direcionar e planejar eventuais operações de resgate em caso de acidente aeronáutico.

Dito isto, é fácil entender que podemos aprender diversas lições com esta singular modalidade de planejamento, as quais são válidas para qualquer tipo de empreendimento. Vejamos então :

– O plano é arquitetado com a finalidade de utilizar o caminho mais curto possível para chegar no objetivo (rota direta para o mesmo sempre que viável);

– Embora sua filosofia de elaboração priorize a segurança (o avião leva combustível extra para voar até um aeródromo alternativo), ela não descuida da economia (procura-se escolher rotas com os ventos mais favoráveis);

– O plano prevê contingências (discrimina-se um aeroporto alternativo para o caso daquele de destino se encontrar fechado por mau tempo ou por um outro imprevisto);

– Ele tem finalidade bem estabelecida (segurança de vôo), e as informações constantes no mesmo estão todas  a serviço deste propósito e

– Trata-se de um documento extremamente enxuto, ou seja, tudo o que está escrito ali é objetivamente necessário ao trabalho de todos os envolvidos.

Assim sendo na primeira parte deste post já podemos depreender que, para qualquer atividade que se vá executar, é recomendado que  o planejamento seja  simples, seguro, claro, flexível e objetivo. Como é um bom plano de vôo.

Voltaremos logo mais mostrando os erros mais comuns de planejamento. Por enquanto, fiquem com um instrutivo vídeo de elaboração de plano de vôo.

Você também poderá gosta de:

http://robinsonfarinazzo.com.br/comando-e-solidao-mas-nao-pode-ser-solitario/

Posted in Uncategorized and tagged , , , , .

3 Comments

  1. Pingback: PLANO DE VOO: É BOM PARA A AVIAÇÃO, E É EXCELENTE PARA VOCÊ – PARTE DOIS | Robinson Farinazzo

  2. Pingback: Portal do Piloto - Plano de voo: É bom para a aviação, e é excelente para você - Parte dois

  3. Pingback: O QUE O CAPTAIN SULLENBERGER TEM A NOS ENSINAR | Robinson Farinazzo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *