PLANO DE VOO: É BOM PARA A AVIAÇÃO, E É EXCELENTE PARA VOCÊ – PARTE DOIS

Na primeira parte desta série de posts sobre planos de voo mostramos as vantagens e a segurança de um eficiente e bem elaborado planejamento de voo. Agora vamos tecer algumas correlações entre a filosofia de montagem de um plano de voo e sua aplicação no dia a dia das empresas, instituições e pessoas individualmente :

1- Se uma das premissas do plano de voo é prover um ordenamento do tráfego aéreo a fim de se evitar colisões ou abalroamentos, por similaridade  qualquer  planejamento deveria conter em seu bojo a contingência para evitar uma situação futura indesejada.

Assim sendo, empresas devem pensar numa situação de mercado desfavorável às suas vendas, bem como as pessoas individualmente precisam estar preparadas para condições de doença familiar, perda de emprego, etc;

2- O plano de voo também  prevê um prazo para que as aeronaves cheguem ao seu destino, findo o qual, se elas não reportarem sua posição, os órgãos  ATC (Air Traffic Control – Controle de Tráfego Aéreo) entenderão que alguma coisa saiu errado em relação ao planejamento e acionam as unidades de resgate.

De maneira análoga, ao planejar nesta vida devemos estabelecer marcos prévios e, se uma vez atingidos os mesmos constatarmos que os resultados não estão satisfatórios em relação ao previamente planejado, ações corretivas deverão ser adotadas e;

3-  Por fim o caso de uma aeronave vir a se acidentar, a condição básica para se localizar a mesma é o conhecimento de suas características (modelo, fabricante, cor predominante, prefixo, marcas especiais etc), bem como a quantidade de pessoas a bordo que precisarão ser resgatadas.

Isto para o planejamento não aeronáutico significa que a pior condição ocorreu, e que  medidas devem ser adotadas  para o problema  ser localizado, delineado e sanado. Estas ações devem estar previstas no plano para evitar a perda de tempo com correria e confusão no momento da adversidade.

Disto tudo isto, o leitor deve ter em mente que precisamos planejar para obter o que desejamos, mas devemos contar com a possibilidade de que o que não desejamos venha a acontecer.

E estarmos preparados para ela.

Veja no vídeo abaixo uma típica operação de busca de aeronave sinistrada, o famoso caso do voo  AF-447 da Air France que caiu no Oceano Atlântico.

Saiba mais sobre o que aviação pode fazer por suas atividades acessando:

http://www.robinsonfarinazzo.com.br/plano-de-voo-e-bom-para-a-aviacao-e-e-excelente-para-voce-parte-um/

 

Posted in Uncategorized and tagged , , , , , , .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *