IMIGRAÇÃO, TALENTO E SENSIBILIDADE

O pai de Steve Jobs, Abdulfattah Jandali, nasceu em Homs, na Síria, e acabou indo morar nos EUA nos anos 1950 por motivos políticos. Como a Síria é um dos países que estão na mira do Presidente Donald Trump, é fácil inferir que, se ele fosse Presidente em 1955, Jobs não teria nascido, a Apple não existiria e não teríamos IPhone, IPad e todo o progresso tecnológico associado que decorreu destas inovações.

 Se este exemplo ainda não o convenceu de que imigração traz coisas boas para o país que abre as portas para as pessoas, vamos tentar fazer vibrar seu coração. Existe uma canção francesa de Edith Piaf chamada “La vie en Rose” ( A vida cor de rosa) que, além de belíssima, é muito popular na França. Mas, ninguém soube interpretá-la com tanta garra, sensibilidade e alegria de viver como a  jamaicana Grace Jones  (em minha opinião pessoal, melhor que da intérprete original) dfjdrn2.

Ou seja, se não tivesse sido dada uma chance a Grace (que imigrou da Jamaica para os EUA aos 13 anos de idade), jamais teríamos “La vie en Rose” cantada com tanto brilhantismo. Se duvida, veja o vídeo a seguir.

Você também poderá gostar de :

http://www.robinsonfarinazzo.com.br/as-pontes-que-nos-agigantam-e-os-muros-que-nos-apequenam/

Posted in Uncategorized and tagged , , , , , , , .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *