CORPO DE FUZILEIROS NAVAIS, CIDADANIA E AMOR AO BRASIL

Na data de hoje, 7 de março, o Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) comemora 209 anos de criação. Eu gostaria então de fazer um pequeno preito de gratidão e dar meu depoimento pessoal sobre tudo o que vi e vivi ali. Servi boa parte da minha carreira na Marinha em unidades do CFN ,e de lá trago duas certezas (trata-se de uma corporação de pessoas sensacionais que ama seu País e tem muito orgulho em servi-lo) e uma saudade , a qual  torna muito difícil falar qualquer coisa sem que a emoção predomine, mas prometo tentar.

Quando entrei para o CFN, trazia comigo a mesma aspiração comuns à todos os oficiais que iniciam a carreira:  aprender a ser um soldado profissional. Mas ali tive instrutores e orientadores sensacionais, civis e militares, praças e oficiais, que foram mais longe e me legaram, além do conhecimento militar, incomuns lições de cidadania, de respeito à população brasileira e de zelo para com o pessoal e o material que a Marinha nos confiava.

 Foram anos de muito trabalho, mas que se resultaram numa vida plena, e hoje agradeço a paciência e a boa vontade que todos os Senhores e Senhoras (sim as mulheres também contribuem em muito para as operações do Corpo de Fuzileiros)  tiveram com aquele tenente irrequieto que vivia fazendo perguntas!

Nos anos que servi ao Corpo de Fuzileiros Navais descobri o sentido de ajudar, de conhecer (e tentar superar) meus limites físicos e emocionais, de planejar com calma e serenidade e, principalmente, a importância de trabalhar em equipe. Aprendi pelos bons exemplos que nenhum sacrifício é demasiado para com este País sensacional chamado Brasil, que nada nos pede mas que tudo merece de nós  !

Então, quando Você, leitor ou leitora , ver um fuzileiro naval patrulhando as ruas de alguma cidade sob a chuva num evento de importância nacional, ou cumprindo o papel de polícia sob o sol durante uma greve de serviços públicos essenciais, ou mesmo ajudando a combater a dengue, entenda que muitas vezes vai ali um jovem que está bem longe de casa procurando fazer o seu trabalho da melhor forma possível. Isso é profissionalismo, é abnegação e é espírito de missão.

Isto é o Corpo de Fuzileiros Navais.

ADSUMUS !

Você também poderá gostar de:

http://www.robinsonfarinazzo.com.br/tres-fatores-que-aprendi-com-aviacao-da-marinha/

Posted in Uncategorized and tagged , , , .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *